Revisão da vida toda é a única opção?

Afinal a Revisão da vida toda é a única opção? Temos um artigo completo explicando sobre a Revisão da vida toda, caso você esteja confuso sobre esse assunto. Mas, afinal, você sabia que a revisão da vida toda não é a única opção para aumentar o valor do seu benefício? Sabemos que esse tema tem ganhado muita atenção devido aos impasses no julgamento e às notícias divergentes, existem outras opções de revisão que podem melhorar significativamente o valor do seu benefício.

Tópicos

Revisão da vida toda e outras Revisões de Benefício Após a Reforma da Previdência

Com a Reforma da Previdência, os requisitos, valores e a forma de cálculo dos benefícios foram alterados, muitas vezes de maneira prejudicial aos segurados. Sendo assim, vamos entender como essas mudanças impactaram os benefícios e explorar outras opções de revisão.

Mudanças nos Cálculos de Benefícios

Afinal como a reforma da previdência afetou o cálculo de benefícios? Antes da reforma, os benefícios eram calculados com base na média das 80% melhores contribuições desde julho de 1994. Sendo assim, isso permitia descartar os salários de contribuição mais baixos, portanto resultando em uma média mais alta. Mas como ficou após a reforma? Após a reforma a média é calculada com base em 100% das contribuições, sendo assim, eliminando a possibilidade de descartar os piores salários. As alíquotas do benefício agora começam em 60% da média, aumentando conforme o tempo de contribuição excede 20 anos para homens e 15 anos para mulheres.

Importância do Tempo de Contribuição

Tanto antes quanto após a reforma, o tempo de contribuição é crucial. Quanto maior o tempo de contribuição, maior tende a ser o valor do benefício. Por isso, é essencial verificar todos os períodos de contribuição e registros em carteira, incluindo períodos rurais, especiais, insalubres, perigosos ou penosos. Converter tempo especial em tempo comum pode resultar em um acréscimo significativo no tempo de contribuição.

Revisão da vida toda é a única opção? Não!

Veja algumas opções de revisão. Além da Revisão da Vida Toda, considere as seguintes opções:

  1. Revisão do Teto: Todos os que tiveram o valor do primeiro benefício limitados ao teto do INSS tem direito a essa revisão
  2. Revisão por Erro de Cálculo: Benefícios concedidos com erros no cálculo. Corrigir esses erros pode resultar em um aumento significativo no valor do benefício.
  3. Revisão de Atividades Concomitantes: Para quem exerceu mais de uma atividade ao mesmo tempo, é possível revisar para incluir todas as contribuições corretamente.

Esses são alguns exemplos, mas temos muitas revisões que estão dando certo. Por isso, podemos te confortar dizendo que a revisão da vida toda não é a única opção. Veja esse artigo completo com as Revisões que estão dando certo.

Conclusão

Concluindo, se te perguntarem: Revisão da vida toda é a única opção? Agora você consegue responder que NÃO! Existem várias opções que podem ajudar a ajustar o valor do seu benefício. Sendo assim, espero que estas informações tenham sido úteis para você. Porém se ainda tiver dúvidas ou caso queira uma análise honesta e sincera sobre seu caso pode nos chamar no link abaixo.

COMPARTILHAR:

POSTS RELACIONADOS

Saiba mais sobre a importância de um CNIS

Saiba mais sobre a importância de um CNIS. Otimizar seu benefício previdenciário para revisão da sua aposentadoria e para conseguir sua aposentadoria é muito importante

Julgamento do Tema 1209

O Tema 1.209 do STF Foi Indeferido?

Você ouviu que o Tema 1.209 do Supremo Tribunal Federal (STF) foi indeferido? Sendo assim vamos esclarecer essa questão. Preciso te dizer que essa informação

Comente

Seu e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *