Cidades onde o Grupo Martins Advogados atua.

Selecione uma cidade para mais informações

cidade

Jacarezinho -PR

Grupo Martins Advogados
Ver Mais Informações
cidade

wenceslau braz – pr

Grupo Martins Advogados
Ver Mais Informações
cidade

guarapuava – pr

Advogados Associados
Ver Mais Informações
cidade

Ribeirão do pinhal – pr

Grupo Martins Advogados
Ver Mais Informações
cidade

santa cecília do pavão – pr

Grupo Martins Advogados
Ver Mais Informações
cidade

ponta grossa – pr

Grupo Martins Advogados
Ver Mais Informações
cidade

Santo Antônio da Platina – pr

Grupo Martins Advogados
Ver Mais Informações
cidade

ibaiti – pr

Grupo Martins Advogados
Ver Mais Informações
cidade

lençóis paulista – sp

Grupo Martins Advogados
Ver Mais Informações
cidade

jundiaí do sul – pr

Grupo Martins Advogados
Ver Mais Informações
cidade

são jerônimo da serra – pr

Grupo Martins Advogados
Ver Mais Informações
cidades

florianópolis – sc

Grupo Martins Advogados
Ver Mais Informações
cidades

Colombo- PR

Grupo Martins Advogados
Ver Mais Informações

Entre em contato para quaisquer dúvidas

Somos um grupo de advogados que se reuniu em forma de sociedade de advogados.

Nosso escritório se especializou há mais de 10 anos na área previdenciária. Ao longo desses anos adquirimos experiência no procedimento administrativo junto ao INSS e no processo judicial, atuando tanto em primeira instância, quanto frente aos Tribunais Regionais Federais da 3ª e da 4ª Regiões, ao Superior Tribunal de Justiça e ao Supremo Tribunal Federal.

Há pouco mais de cinco anos passamos a atuar também em ações que envolvam direitos do consumidor, especialmente em defesa de direitos individuais.

Atualmente patrocinamos causas de clientes domiciliados em mais de 50 cidades nos estados do Paraná e de São Paulo. Atuamos de forma direta, em nossos próprios escritórios, e indireta, por meio de parceria firmada com colegas que conosco somam forças.

.

Anterior Trabalho rural anotado na Carteira de Trabalho
Próximo Ação julgada improcedente e já transitado em julgado pode ser revertida